quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

No te imaginas lo parecido que somos

Já estou traumatizado e evito qualquer comentário anterior quando alguém me convida para comer algum prato da culinária latina, seja do país que for. Eu tive que sair daí do Brasil para vir descobrir aqui na Europa o tanto de coisas que temos em comum com os demais latino-americanos.

Ontem, no jantar de aniversário da Daniela (post anterior), tive uma das maiores decepções culinárias da minha vida. Depois de 24 anos de vida fui descobrir que o pão de queijo, orgulho de qualquer mineiro, não é exclusividade das montanhas do meu estado.

Já sabia que ele é copiado em todos as partes do Brasil (confesso que sempre gostei muito disso), mas ontem descobri que nosso famoso quitute é também muito típico da Colômbia, onde recebe o carinhoso nome de pan de bono.

É igualzinho ao nosso. E vai ser gostoso assim lá na China, quero dizer, na Colômbia. Mineiro ou nao, aproveitei. Mas deixei espaço também para comer umas “empanadas de harina de maíz”, ou pastel de angu, para os mais íntimos. Isso mesmo, até o nosso querido pastel de angu tem sua versao colombiana.

Pelo menos não serviram Guaraná. Bom, claro que gostaria ter tomado guaraná, mas não suportaria a dor de descobrir que ele também não é exclusividade nossa.

4 comentários:

Daniel Ferreira disse...

Kakakaka...Muito bom, Abreu! Legal o seu texto/relato! Gostei, parabéns! E continue blogando! E escrevendo mais sobre as "similaridades" entre a culinária espanhola, latina e a brasileira...Além, claro, dos aspectos culturais, etc...

Buenos dias!

Daniel Ferreira

Saviano Abreu disse...

valeu, daniel. vou dar uma passada pelo seu blog tb. te espero mais vezes aqui. un saludo desde españa.

Marcia disse...

Hehehe que dureza!

Nesse caso, tome um Dreher! Ah não via me dizer que também tem aí
;)

Andrea disse...

Isso não vale,o pão de queijo é nosso uai...rsrsrs